Projetos

terça-feira, 30 de abril de 2013

Impedimento



Muitos debates e embates entre os vereadores, contra e a favor, antecederam a sessão de votação de um projeto de lei polêmico no plenário da Câmara Municipal da Capital dos gaúchos.
Sobre o PL 115/2011, que objetivava estabelecer horário mínimo para o início dos jogos de futebol em Porto Alegre, fiz questão de deixar clara a minha posição a respeito da matéria, por um simples motivo: ela era inconstitucional.
Tenho por conduta sempre procurar saber se um projeto que quero fazer é viável juridicamente. Se a indicação é de que não é da minha competência de vereadora, eu não faço.  Aprendi com o grande político que foi meu pai, a agir sempre cumprindo a lei, em respeito aos cidadãos que me elegeram para representá-los.
Por isso, nada mais me cabia senão utilizar a tribuna da casa do povo porto-alegrense para fazer um alerta aos meus colegas vereadores - que o que é inconstitucional não pode prosperar.
Ora, cinco das seis comissões, incluindo a de Constituição e Justiça, e a Procuradoria da Câmara indicaram a existência de óbice ao projeto, rejeitando-o e por isso me surpreendeu sua tramitação e apresentação para debate.
Por ferir princípios constitucionais, votei contra.


Me pronunciando antes da votação do polêmico projeto












segunda-feira, 29 de abril de 2013

A força da natureza


Inspirada na beleza de um entardecer em Torres, desejo um maravilhoso inicio de semana aos leitores do meu blog.


 





domingo, 28 de abril de 2013

Um pouco de Torres


Camiseta, shorts, abrigo, moleton e tênis. Foi só o que usei neste fim de semana em Torres.
Foram dias de completa leveza. Com o clima e a temperatura tão agradáveis, pude fazer longas caminhadas pela beira da praia, dormir muito, colocar a leitura em dia e escutar boa música. 
Adoro Torres fora do veraneio!
Tudo funciona na medida e no tempo certo, sem contar que o cenário, que é belíssimo, fica mais encantador por conta do absoluto silêncio. 
Como de costume, por onde passo, fotografo o que me chama atenção, e a beleza de Torres sempre me convida.
 


Parada obrigatória: Galeto do Régis

Nas minhas caminhadas nas primeiras horas da 
manhã vendo a foz do rio Mampituba...

...e encontrando uma pescadora solitária 
e madrugadora

Bela visão da ponte que liga Torres a Santa Catarina

Na beira da praia só duas jovens surfistas e....

...uma garça

Jovens e famílias tomando conta do calçadão

Alexandre...

...e eu, arriscando molhar os pés










sexta-feira, 26 de abril de 2013

Leitura leve e divertida


Divulgo para os leitores do blog, convite para o lançamento do mais novo livro do jornalista José Luiz Prévidi - "200 Piadinhas para Ler na Viagem".
Estarei na segunda-feira, prestigiando o amigo.
O Prévidi já é autor de nove livros e tem um blog famoso sobre comportamento, política, economia e comunicação – rádio, TV e jornal.
Segundo ele, a publicação não tem piadas com palavrões gratuitos e muito menos aquelas piadinhas sem a menor graça de políticos ou com clubes de futebol, isso sem falar no valor do livro, 10 reais. 
Depois do lançamento, o livro estará à venda exclusivamente na Banca da República, que fica na rua da República quase esquina com av. João Pessoa ou em pedido pelo www.previdi.com.br.
Para quem não conhece, compartilho o endereço do Blog do Prévidi: http://previdi.blogspot.com.br/ 








quinta-feira, 25 de abril de 2013

Novos vereadores empossados


Sempre prezo muito o que vem do Colégio Israelita Brasileiro de Porto Alegre. 
Conheço bem a escola, onde meu marido e um dos meus filhos estudaram.
É uma instituição diferenciada por seus projetos educativos e por seu compromisso com a cultura religião e a tradição judaicas.
Em 2009, tive a oportunidade de estar presente, como secretária de Estado da Cultura, na inauguração da cidade laboratório Ir Ktaná, construída dentro do colégio e que elege seu prefeito e seus vereadores assim como os nossos municípios.
Agora, na Câmara, tive o prazer de diplomar uma das vereadoras mirins, num dia de plenário cheio e festivo.
Gostei de ver que a Ir Ktaná está cumprindo seu papel de trabalhar o social e de exercitar a cidadania, formando novos cidadãos, preparados para melhorar o mundo em que vivemos.

Eu e a vereadora Luiza Neves com as meninas vereadoras do Colégio Israelita
Foto: elson Sempé Pedroso/ CMPA

Entreguei o diploma de posse à aluna Rafaela Martins Frajndlich
Foto: Daniela Villar

















Protesto, sim. Vandalismo, não! Parte II


Mais uma vez, o prédio tombado da prefeitura de Porto Alegre foi pichado, dessa vez, atingindo a porta centenária já danificada em depredação anterior.
Novos danos ao patrimônio histórico da capital do Rio Grande do Sul!
Quando esses vândalos pichadores serão coibidos e punidos?  
Não podemos aceitar atos criminosos como esse. 
O inquérito policial anunciado pela polícia tem que dar resultados. 
É importante que façamos uma reflexão, lembrando a teoria da janela quebrada, aplicada em Nova Iorque durante a prefeitura de Rudolph Giuliani, que punia os pequenos crimes, educando para o freio de delitos maiores. 
Isso, aliado à tolerância zero em termos de combate aos crimes em geral, diminuiu em muito a violência naquela cidade americana.
As medidas transformaram a qualidade de vida do morador, o comércio e o turismo, tornando-a a mais segura das metrópoles americanas.
Urge que as autoridades policiais e governamentais daqui enxerguem que a pequena infração leva à práticas mais graves. Eu insisto nessa tecla.
Quanto às divergências sobre a atuação da Brigada Militar e da Guarda Municipal no vandalismo citado, foi lamentável que os atos violentos contra o patrimônio não tenham sido evitados em função de cumprimento de papeis e orientações pré-determinadas às duas categorias.
Tem que haver policiamento preventivo e ostensivo sempre. Temos direito à segurança e a preservação dos bens da nossa cidade.
Se nada for feito, me atrevo a dizer que perderemos o controle sobre a crescente cultura predatória de movimentos que se intitulam sociais em Porto Alegre, mas que na verdade são políticos e marcham em campanha eleitoral.


As paredes e colunas foram pichadas...
Foto: Mauro Shaefer

...atingindo também a porta centenária, que necessitará
ser retirada para restauro especializado

Foto: Felix Zucco










quarta-feira, 24 de abril de 2013

Jantar para Duda


Duda, minha nora, que entrou nas nossas vidas e conquistou a todos com seu jeito alegre, simples, espontâneo e afetivo, fez vinte e dois anos nesta segunda-feira, dia 22 de abril.
A data foi comemorada com um jantar na casa do pai dela.
Tudo estava simplesmente maravilhoso, desde a acolhida afetuosa do anfitrião e as conversas animadas de todos. 
Saboreamos a  gastronomia  italiana - minha preferida -  acompanhada de um  vinho branco chileno espetacular.   
Adorei o momento em que o Felipe entregou o presente para a Duda: uma gargantilha com a palavra “Amor”.
O sorriso da aniversariante foi a certeza de que ele havia acertado na escolha. Foi muito lindo!

 
Os namorados, Duda e Felipe

O pai, Eduardo, sempre orgulhoso da linda filha

Duda com a vó Lia

Com o avô Chico...

...e o irmão, Luca

Um registro com a minha norinha querida


O sorriso da aniversariante recebendo o presente...

...e ganhando o beijo do Felipe













terça-feira, 23 de abril de 2013

Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor



Grandes autores - Shakespeare e Cervantes


Faz sentido que o Dia Internacional do Livro seja comemorado dia 23, pelo mundo afora. A data, estabelecida pela Unesco em 1996, homenageia dois gigantes máximos da  literatura ocidental que vieram a  falecer no mesmo 23 de abril de um mesmo ano:  Miguel de  Cervantes (1547 – 1616) e William Shakespeare (1564 – 1616).
Como leitora assídua, como cidadã, jornalista, vereadora e ex-secretária da cultura, faço questão de chamar atenção para esse instrumento de formação e transmissão de conhecimento tão antigo, e tão necessário a todos, que é o livro.
Penso que o livro deveria ser mais acessível, deveria estar nas mãos das crianças, nas prateleiras de todas as casas, pois seu poder de despertar a criatividade, o imaginário e a reflexão, é imenso.
Acredito que para conquistarmos uma sociedade com mais qualidade de vida, é preciso que sejam alcançadas ferramentas para seu desenvolvimento social e cultural, e entre elas, estão os livros e a leitura.
Mesmo com as novas tecnologias e “ameaças” de fazer o livro migrar para o mundo eletrônico, para mim nada vai substituir o cheirinho do papel, a  admiração de uma bela capa e a relação que cada pessoa estabelece com seu exemplar, os lugares onde gosta de ler e guardar seus livros.
Livro é algo tão especial e íntimo que muitos sequer gostam de emprestar! 
E o mais valioso é que por trás de cada objeto-livro há uma história de vida, uma mão, uma mente que quer fazer chegar aos outros, de forma legítima, o seu talento criativo.
Minha admiração não só aos autores, mas aos editores, revisores, tradutores, ilustradores, livreiros e leitores, que fazem sobreviver o livro.












segunda-feira, 22 de abril de 2013

Agradecendo



A homenagem que recebi ontem e queria relatar, foi a entrega da Comenda da Espada oferecida pela Fundação Moab Caldas. 
As entidades associadas, que são noventa e sete ao todo, escolhem nomes para receber a distinção, entre inúmeras instituições e personalidades.
O Pai Áureo de Ogum realizou a cerimônia. 
A longa data ele acompanha meu trabalho na política, sempre atento, disponível e preocupado com o bem e a harmonia em tudo o que se pratica.
Ele é um pioneiro da valorização e do reconhecimento da religião de matriz africana em Porto Alegre e da divulgação e preservação da cultura afro-descendente.
Nas fotos, um pouco do clima da cerimônia que foi realizada ao ar livre, no belo domingo de sol, na rua Odila Gay da Fonseca, bairro Jardim Botânico, em frente ao Centro de Umbanda Luz e Caridade.



Na hora do recebimento da comenda e...

...do diploma, ouvindo as palavras
do Pai Áureo










"Como é grande o meu amor por vocês"



Meu fim de semana foi de agendas afetivas importantes. 
Sábado, o tradicional almoço da família Leal na casa dos meus pais. Eu e minhas quatro irmãs mimamos o coronel e a dona Carmem, coisa que eles adoram!
À tarde, passeei com as crianças. Esses programas com elas são muito divertidos e sempre me fazem um grande bem.
À noite, fui ao show do Roberto Carlos com minha filha, irmãs e sobrinha. Juntamos a vontade de conhecer a Arena do Grêmio com a vontade de assistir o "Rei" e todo o seu romantismo. 
Aproveitamos da melhor forma possível porque tudo isso foi programado pela Juliana e pela Aline, as jovens da turma, que, em fevereiro, tiveram a feliz ideia de organizar essa nossa "turnê", desde os convites que se encarregaram de comprar, até o happy hour com champanhe e guloseimas deliciosas na casa da Cristina, nosso ponto de encontro para sairmos juntas rumo ao estádio.   
O Roberto Carlos, que comemorava seus 72 anos, estava muito emocionado e cantou com o coração.
O show teve duas horas de duração e nem todas as músicas do repertório dele, que é enorme, foram cantadas, mas eu tive muita sorte, porque a que eu mais gosto ele cantou.
A Arena do Grêmio é lindíssima! Havia muitos funcionários atendendo nesse mega evento. Serviços de gastronomia e garçons à vontade. Segurança por toda a parte. 
A única coisa que deixou a desejar foi o esquema de saída dos carros, muito confuso, que me pareceu que ocorreu por falta de planejamento. 
Mas nada conseguiu tirar a magia da noite, que para mim foi especial porque estava com mulheres maravilhosas da minha família.
O meu domingo foi cumprindo uma agenda como vereadora, onde recebi uma homenagem muito bonita, que depois quero contar numa postagem exclusiva, com fotos, para dar o destaque que merece.


Registro dos tradicionais almoços de sábado na casa da Dona Carmen...

...e do Coronel Pedro Américo Leal


Eu e Martina nos preparando...

...para passear com a Catharina e curtir o sol

Eu e o Alexandre mimando a Marcela 

As duas organizadoras, que foram impecáveis

Aline, Juliana, Cristina, eu, Maria Inês e Val brindando...

 ...na concentração

Já na bela Arena do Grêmio, prontas para o show











domingo, 21 de abril de 2013

Dia das Polícias


Dia 21 de abril é comemorado o dia das Polícias Civil e Militar, data que exalta o vulto de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, patrono de todas as polícias do Brasil.
Meus cumprimentos a esta classe de homens e mulheres que se doam pela segurança da sociedade, que estão nas ruas, nas delegacias, evitando e elucidando crimes.
A convivência com os polícias civil e militar faz parte da minha vida. 
Cresci vendo o trabalho do meu pai, Pedro Américo Leal, como professor da Academia da Polícia Militar e da Academia da Polícia Civil, sempre defendendo a atuação destas entidades no combate a criminalidade.
Eu, como filha de bom soldado, sigo neste caminho, junto aos servidores da segurança e pelo bem da minha cidade e do meu estado. 
Como vereadora, aprovei, em 2005, o projeto da inclusão do nome e do tema Segurança Urbana na já existente Comissão de Defesa do Consumidor e Direitos Humanos e me empenhei pela efetivação da proposta de armar a Guarda Municipal de Porto Alegre, que naquela época iniciou seu processo de modernização, com a aquisição de equipamentos, viaturas e qualificação do efetivo. 
Na Câmara Municipal de Porto Alegre, fiscalizo e cobro, junto às autoridades constituídas que atuem de forma ostensiva para a nossa segurança, diuturnamente, e que reconheçam a importância do policial no que diz respeito a salários, moradia, planos de carreia e condições de trabalho.
A todos da polícia civil e da polícia militar o meu agradecimento e admiração. 











sábado, 20 de abril de 2013

Retrospectiva


A semana, que culminou com a homenagem ao Dia do Exército no plenário, que destaquei na postagem de ontem, teve uma agenda intensa e de muito trabalho.
Tive compromissos importantes na Câmara Municipal e fora dela, então, confesso que me virei em “mil mônicas” para dar conta de tudo, buscando quase a perfeição, o que sempre me proponho a fazer quando assumo missões.
Valeu a pena!
Compartilho alguns registros dessa minha rotina política, com momentos de debates, embates e encontros produtivos:



Num dia de plenário ocupado por manifestantes contrários
a lei da internação compulsória para drogados
Foto: Elson Pedroso/ CMPA

Presidindo a sessão da tarde do dia 17
Foto: Francielle Centeno/CMPA


Me manifestando na Audiência Pública sobre a Segurança na
Assembleia Legislativa, onde compareci representando

 a Câmara Municipal de Porto Alegre.

Reunião da bancada do PP, com vereadores e assessores
Foto: Cristiane Moreira/ CMPA


Na tribuna defendendo o direito do prefeito de escolher o 19º
embaixador da Copa, o ator Carlos Villagrán, o Quico
Foto: Ederson Nunes/ CMPA


Com o presidente da AL Pedro Westphalen e o comunicador
e tradicionalista Doroteo Fagundes, numa pauta sobre
cultura gaúcha 







sexta-feira, 19 de abril de 2013

Salve nosso Exército Brasileiro!


Registro a comemoração pelo Dia do Exército Brasileiro realizada no plenário da Câmara Municipal, em requerimento por mim proposto. 
Desta forma, mais uma vez, pude homenagear esta sólida instituição que faz parte da minha vida.
Foi uma tarde de muita emoção, com pronunciamento do General e Comandante Militar do Sul, Carlos Bolivar Goellner, de vereadores e presença de 160 oficiais!
A minha ligação com a instituição Exército Brasileiro é estreita e afetiva.
Sempre esteve presente na minha vida, pois sou filha orgulhosa de um militar.
Cresci em meio à família verde-oliva, aprendendo e seguindo os exemplos do Coronel Pedro Américo Leal, o que foi fundamental para minha formação pessoal e profissional.

Fotos: Francielle Caetano/CMPA


Com a Tenente Verônica Santos, da Delegacia da Capitania dos Portos,
Presidente da Câmara, Dr. Thiago Duarte, e General de Exército
Carlos Bolivar Goellner, Comandante Militar do Sul

Compondo a mesa das autoridades, ao lado do General Bolivar
durante as manifestações

Da tribuna esta foi a visão que eu tive dos
muitos oficiais presentes











quinta-feira, 18 de abril de 2013

Pela causa animal


Em 2006, a Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, por unanimidade, o projeto de lei de minha autoria proibindo o leilão de equinos e determinando que cavalos abandonados ou apreendidos por maus-tratos fossem doados à entidades que trabalham com equoterapia.
Naquele meu primeiro mandato, a causa animal esteve muito presente. Participava do Fórum dos Animais, defendi o fim do adestramento forçado e torturante de animais para uso em circos, o fim das carroças e da prática do excesso de peso imposto aos cavalos nas ruas de Porto Alegre, entre outras ações de defesa.
Agora de volta à Câmara, estou atenta às mesmas questões e posta a auxiliar no que for preciso, por isso o registro da agenda que tive com a secretária Regina Becker, da Secretaria Especial dos Direitos Animais e com o secretário Raul Cohen, da Acessibilidade e Inclusão Social, acompanhando o coordenador do Centro de Equoterapia Cavalo Amigo, Sandro Fernandes. 
Na pauta, a apresentação de um projeto muito interessante denominado Equoterapia Solidária, que será mais uma possibilidade de aplicação dessa modalidade terapêutica tão benéfica a tratamentos de saúde e reabilitação física.


Sandro, da Cavalo Amigo, eu, a primeira-dama e secretária,
 Regina Becker e o secretário Raul Cohen

Com a Regina




Crédito das fotos: Guerreiro