Projetos

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Um tempo para o novo ano

O ano de 2010 me deixa lições importantes. Quero agradeçer a Deus por me conceder a oportunidade de hoje saber muito mais sobre a vida e sobre as pessoas. Também, sobre a necessidade de me dar um tempo para balanço e reflexões. Eu me devia um tempo só para mim!Embora o tempo seja sempre o mesmo, essa convenção se reveste de importância na medida em que me faz pensar no ano que terminou como uma etapa vencida e o ano que chega, como algo que inicio, como se fosse uma renovação. Renovação de hábitos, de atitudes, de propostas, obrigações e até mesmo de sonhos.  
E enquanto penso em tudo isso,  é a palavra "tempo" que toma conta das minhas ideias e sinto vontade de desejar a todas as pessoas algo essencial que elas possam curtir, como o seu tempo, porque ele escapa das nossas mãos, até mesmo voa e penso que é a única coisa nessa vida que não conseguimos controlar, guardar, negociar, economizar ou resgatar. Por isso, nesse novo ano, desejo a todos que aproveitem bem o seu “tempo”. 
E Feliz 2011 para todos nós!

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Por um tempo de chuva

Estou na praia de Torres aproveitando um tempo de férias que eu me devia por conta dos quatro anos que trabalhei ininterruptamente na Secretaria de Estado da Cultura. Aqui me conecto com um clima de descanso e sem a rotina louca de Porto Alegre, mas não deixo de manter o meu pique na área da informação e do meu envolvimento com o que nos rodeia. Confesso a vocês que estou muito preocupada com as notícias da imprensa sobre a estiagem que castiga algumas regiões do Rio Grande do Sul. Essa falta de chuva e o calor agravam rapidamente a situação em boa parte do Rio Grande e também nos países vizinhos. Soube que dois municípios já deram o alerta: Bagé, que começou com racionamento de água e Candiota, que decretou emergência para os moradores da zona rural, que estão sendo abastecidos por caminhões-pipa. E o mais preocupante disso tudo é que não tem nenhuma previsão de chuva, o que aumenta o risco de incêndios no campo. Olha pessoal, fica muito complicado curtir uma praia com sol e calor intenso, sabendo que agricultores e pecuaristas enfrentam falta de água e situações de emergência. A realidade é dura para esses homens e mulheres que colocam a comida nas prateleiras dos supermercados e não podemos nos alienar a isso. Penso que está na hora de nós, urbanos, nos interessarmos mais pela vida do campo, afinal tudo começa por ali. Por essa razão que o tempo bom para o campo é tempo de chuva.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Amizade que o tempo não separa

Recebo um telefonema da Lia Duarte, uma grande e querida amiga que, mesmo sabendo que costumo passar o ano novo em Torres com meus filhos e marido, insistiu para que fossemos a festa que está organizando na sua casa em Atlântida. Disse ela: "Desta vez nao aceitamos desculpas, queremos a presença de vocês para comemorar a virada do ano, ou corremos o risco de cortar relações." Tive que rir do jeito firme e amoroso da Lia que tem o dom de agregar os amigos de todas as tribos. Pois foi assim que recebi o convite, porém, como de costume vou ficar na passagem do ano com a família. Mas, por certo irei visitá-la no veraneio. De tudo isso ficou a certeza de que nem o tempo que as vezes ficamos longe uma da outra, independente da nossa vontade, diminui essa forte amizade. 

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Registros do Natal

Quero compartilhar com vocês alguns registros da minha noite de Natal. Os jovens e as crianças da família fizeram o presépio vivo, aguardaram a chegada do Papai Noel e adivinharam o amigo secreto.O Natal é momento de doação, cantamos a Noite Feliz  e rezamos de mãos dadas o “Pai Nosso”- comandados pela minha mãe.

Eu com a Marcela e Juliana com a Martina

Com meu pai que adora as bisnetas Martina...

e a pequena Marcela

Contando uma história de natal para a Martina

Martina observada pelo bisavô e sua mãe no desenho que faz para a bisavó

Martina encantada com a árvore de natal



Os netos fazem o presépio vivo



Presépio vivo


Cantando Noite Feliz


A chegada do Papai Noel


A criançada da família com o Papai Noel


O Papai Noel tentando ser amigo da Martina


Meus pais com os netos pequenos


Minhas sobrinhas Gabriela e Luisa foram do cerimonial da Noite de Natal e o meu sobrinho Rodrigo foi o apresentador.Esse trio vai longe!


A dupla miúda da família: Júlia e Martina


Minha mãe recebendo presente surpresa: o álbum que conta a história da família Leal


Curtindo um pouquinho a minha mãe


Com Felipe meu filho


Juliana e James com a Martina


Marcelo com a Marcela e o Thiago


Alexandre meu marido e James meu genro


Meus pais com minha irmã e meu cunhado


Meu irmão João Paulo e minha cunhada Rose





Ângela, Rose minha cunhada, Alice e Arthur meus sobrinhos, eu e minha mãe


O abraço saudoso do avô e do neto que se encontraram depois de meses.Meu sobrinho Thiago que é médico está fazendo especialização em Milão, mas voltou para o natal


Thiago contando para os avós da vida em Milão


Meu sobrinho Leandro com a esposa Clarissa e o filho Arthur


Meu irmão João Paulo com os filhos Paula e Rodrigo

Diego meu afilhado e Rafael seu irmão


Minhas sobrinhas, Carmem, Luisa, Paula, Aline, Gabriela e Duda a namorada do Felipe


Felipe abraçando sua tia Ângela


Arthur é um cavalheiro com a Martina


Com a Ângela minha irmã