Projetos

terça-feira, 30 de junho de 2015

Flashes da comemoração de aniversário do meu pai

Com João Pedro, meu irmão
Primos sempre juntos
João Pedro curtindo o aniversariante
Minha irmã Cristina com a nossa dupla querida

Meu filho Marcelo com o avô

Marcela e Martina aproveitando para colocar as brincadeiras em dia

Thomaz com a tia Luiza na praça do condomínio 

Panorâmica da comemoração em família
Mesa de centro e ...
...laterais foram decoradas com flores, pela Didi, minha cunhada 






segunda-feira, 29 de junho de 2015

Pedro Américo Leal, 91 anos!

Por mais histórias que eu conte, muitas restarão para contar, porque as palavras serão sempre insuficientes para expressar o olhar confiante, o sorriso verdadeiro, a mão solidária e o ombro amigo do meu pai.Ele, com sua garra de vencer,impregnou em mim, sem perceber, traços valiosos de espirito de luta e dever público que jamais abandonarei. Reforçou minhas crenças, já fortes, sobre lealdade, trabalho duro e comprometimento. Tenho um profundo sentimento de gratidão por sua sabedoria e bondade. Falo isso porque hoje, dia 29 de junho de 2015, meu pai completa 91 anos. Comemoramos a data com almoço em família, neste domingo.  
A Pedro Américo Leal, exemplo vivo do que é ser um bom pai, eu dedico esta homenagem.


Com meus pais, Pedro Américo e Carmen Leal

domingo, 28 de junho de 2015

O valor das palavras

Desde quarta-feira à noite, venho recebendo inúmeras manifestações por e-mail, torpedo e whatsapp, que talvez não darei conta de compartilhar ou responder. Mas essas foram as primeiras a chegar e publico aqui no meu Blog para marcar este momento, que pede reflexão, análise e entendimento. A todos a minha eterna gratidão pelas palavras que tocam meu coração:




Alguns restantes sonhólogos das esquerdas não concordam com Mônica Leal de que as famílias é que devem educar seus filhos com relação a sexualidade, ou, sobre opção sexual.A vereadora acredita que esta matéria, espúria ao currículo escolar, não deve ser tratada na escola; a escola já tão precária, tem mais o que fazer do que se preocupar com ideologias e preconceitos.Tem razão Mônica leal quando  reafirma que educação sexual é problema das famílias, ficando a escola com outros ensinamentos...como nos países adiantados!Como sempre acontece, quem não concorda com estes predadores da boa democracia, e dos bons costumes, são sempre taxados de reacionários, conservadores e fascistas. Mônica, então, é uma reacionária conservadora, mas isto só por enquanto, pois as coisas já estão mudando...
Fernando Saraiva


************************************


Vereadora, te parabenizo pelo resultado. Tu tens sido uma guerreira solitária nessa Câmara dominada pelo atraso ideológico.Continue sempre assim!
Ramires Menezes


*************************************

A vereadora Mônica Leal foi extremamente corajosa e vítima de uma violência inominável daqueles que pedem por tolerância através de práticas absurdamente intolerantes. Quem teve a oportunidade de presenciar a  sessão histórica da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, de 24/06/2015, testemunhou algo que somente a história vai poder revelar e julgar.Somos agradecidos e devedores da vereadora Mônica.
José Antônio Rosa


****************************************


Caríssima vereadora Mônica Leal. Sem a menor sombra de dúvida, Vossa emenda aborda o ponto exato, de modo correto, adequado, preservando a família como instituição primordial da educação de nossas crianças. Receba nossa aprovação, nosso voto de confiança em Vosso trabalho, que em ética e valores morais, lembra o saudoso Pedro Américo Leal. Cordiais saudações.
Dr. Schneider


********************************************


Vereadora Mônica
A partir de hoje passo a lhe admirar e serei sua seguidora! Salvas as nossas crianças de serem doutrinadas desde a infância!
Sonia Klaus


********************************************


Parabéns Mônica! Tu representas a salvação das famílias do Rio Grande do Sul. As crianças e a juventude te agradecem, que Deus te recompense em todos os momentos da tua vida.Um beijo.
Zoila Brum



*********************************************

Parabéns, Mônica! Perfeita justificativa! 
Branca Luiza Tarlá Vaccari


*********************************************


Parabéns e muito obrigada, vereadora Mônica Leal por defender as nossas crianças!
Marilia Bertoluci


*********************************************

Prezada Vereadora Mônica Leal

Na condição de pai, avô e cidadão de Porto Alegre,
Quero parabenizá-la por sua participação  nos debates travados nesta Casa, em 24-25.06.2015, quando da aprovação do PME.
Sua atuação foi decisiva e evitou que fosse cometido mais um crime contra crianças e adolescentes das Escolas Públicas Municipais de Porto alegre.
Mas esta luta está apenas começando. É preciso enfrentá-la de frente, com coragem, determinação e inteligência. Tenho a certeza que a Vereadora saberá fazê-lo.
Sempre a disposição, aceite sinceros protestos de consideração e respeito.

Antonio Carlos Fallavena
Ex-Presidente da ACPM-FEDERAÇÃO
Ex-Conselheiro do Conselho Estadual de Educação
Ex-Conselheiro do Conselho Municipal de Educação de Porto Alegre

Agraciado com Prêmio de Educação Thereza Noronha (CMPA)






sábado, 27 de junho de 2015

Uma publicação que encontrei nas redes sociais. Até o momento 14.189 pessoas curtiram e 5.768 compartilharam - Por Revoltados On Line



VITÓRIA DA FAMÍLIA! VITÓRIA DO BRASIL CONTRA O COMUNISMO MANIPULADOR E RETRÓGRADO.
DO TEMPO DO HITLER e KARL MARK: CRIADOR e TATARAVÔ DA IDEOLOGIA DE GÊNERO. 
Para coagir, intimidar no grito com chantagem psicológica... PSOL, PT e o PCdoB xingaram,das galerias, a vereadora Mônica de tudo o que é nome "feio". Parabéns, Mônica, pela brava resistência democrática, parabéns aos demais vereadores que apoiaram a emenda e parabéns à população de Porto Alegre!!! Quanto aos Xingamentos, Mônica, considere elogios! Só se preocupe com aplausos de comunistas. Ter certas pessoas como inimigas só enobrece o nosso currículo. 
By Bia Kicis. — com Monica Leal II e Monica Leal.



Em tempo: Assim que possível informarei o número de comentários. 




Retrospectiva da Semana


Nesta semana de trabalho na Câmara  de Vereadores de Porto Alegre prevaleceu o assunto polêmico do Plano de Educação Municipal. Como sou uma pessoa movida por convicções, fui  contra o  item 7.35  ( Ideologia de Gênero). Entrei com uma emenda retirando os termos  do texto. Defendo o papel dos pais e da família, que são àqueles que devem abordar o tema  da transexualidade, como da própria sexualidade com seus filhos. É direito da família decidir de que maneira, quando e com que grau de profundidade falar  esses assuntos.
A minha emenda promoveu longos e exaustivos debates. As galerias do Plenário  Otávio Rocha estavam lotadas e  cada manifestação dos vereadores foi seguida de vaias, gritos, apitos ou aplausos.
Por fim, venceu a família! Quinze vereadores votaram a favor promovendo  essa vitória e eu fiquei muito agradecida.
A bancada progressista,  sob meu comando, mostrou unidade e coerência nesse processo, que buscou proteger as crianças. Fiquei orgulhosa.
Meu sentimento é de missão cumprida!




Representantes da sociedade civil...
                                                     ...lotaram as galerias

                                        ....com cartazes

...contra 


                           .... o item 7.35 (Ideologia de Gênero)

                                         Pessoas reivindicando... 


...educação de qualidade
                                                                    

Entrevista para a jornalista Caroline Abelin da TVCom 20h



Minha fala foi na defesa da Emenda nº 3  do Plano Municipal de Educação, que retirava os termos da "Ideologia de Gênero" proposta no item (7.35)


Explicando a emenda número três para a vereadora Séfora Motta...

...e para outros colegas vereadores
               Atendendo o público que acompanhou a sessão plenária 

Deputado Marcel Van Hatten foi apoiar a bancada progressista no dia da votação da minha emenda 
Com os vereadores Guilherme Socias Vilella e Idenir Cechim no plenário Otávio Rocha. Foto: Ederson Nunes


Após a aprovação da emenda recebi muitos cumprimentos 


Panorâmica da tumultuada Sessão Plenária que votou o Plano de Educação Municipal.Foto: Leonardo Contursi / CMPA


Na sessão extraordinária com o vereador Nedel e Carpes, seu chefe de gabinete e meu assessor jurídico, Lauro Balle. 
Me manifestei contra o requerimento de renovação de votação da  emenda três




Momento de comemoração ....


....com o público que acompanhou a votação
...e apoiou essa importante causa...


...do legislativo respeitar o fato de que algumas decisões sobre educação ...

....de nossas crianças devem permanecer como opções de foro íntimo das famílias
Painel da votação que  derrubou o requerimento da vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) para renovação de votação da emenda de n° 3

Tarde de reunião da Comissão de Direitos Humanos,Consumidor e Segurança Urbana. Na pauta a Situação da População de Rua de Porto Alegre: avanços e desafios. Foto: Tonico Alvares / CMPA

Como vice-presidente da CPI dos Festejos Farroupilha em Porto Alegre, participei da reunião com a promotora de justiça, Daniele Schneider, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e de Combate aos Crimes Licitatórios.
Manhã de reunião do Diretório do PP/RS com a presença da senadora Ana Amélia Lemos,deputados federais, estaduais,prefeitos,vices,vereadores e lideranças políticas

Reunião com representantes das Associações de Bairros de Porto Alegre. Na pauta segurança pública.








sexta-feira, 26 de junho de 2015

Vitória da Familia!


CÂMARA REJEITA PEDIDO DE RENOVAÇÃO DE VOTAÇÃO DA EMENDA Nº 3, JÁ APROVADA PELO PARLAMENTO, DE AUTORIA DA VEREADORA MÔNICA LEAL
Depois que a Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou o Plano Municipal de Educação, em sessão ordinária que levou mais de dez horas de discussões e votações, a vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) apresentou requerimento solicitando renovação de votação da Emenda nº 3 ao projeto de lei do Executivo que institui o PME. A referida Emenda foi proposta pela vereadora Mônica Leal (PP) e aprovada pelos parlamentares, na noite de quarta-feira (24/6).
 Na sessão extraordinária promovida na tarde desta quinta-feira (25/6), no Plenário Otávio Rocha, os vereadores rejeitaram o requerimento de Fernanda, por 15 votos a 13. O fato tornou ainda mais valorosa a iniciativa da líder da Bancada Progressista ao entrar com pedido de exclusão do item (7.35) do Plano Municipal de Educação, que preconizava a discussão da ideologia de gênero e diversidade sexual no currículo básico escolar das instituições de ensino.
Mônica reitera a importância da escola em orientar as pessoas a viverem em sociedade, com seus direitos e deveres, e ainda, destaca o papel das famílias por possuírem a liberdade de educar seus filhos de acordo com suas próprias convicções. “A inserção da ideologia de gênero como diretriz educacional consiste em clara agressão a essa liberdade ao determinar que as escolas acolham uma teoria que prega completa alienação da sexualidade frente à realidade biológica das pessoas, contrariando a visão consensual da população”, defendeu a vereadora, acrescentando que é preciso garantir que a capital gaúcha tenha um plano alinhado ao que foi definido pelo Congresso Nacional, em relação ao Plano Nacional da Educação.         
 “Penso que é papel dos pais e da família determinarem o momento mais adequado para abordar não apenas a questão da transexualidade como da própria sexualidade. Respeitando a orientação sexual de cada indivíduo, vale ressaltar que questões relacionadas à educação de nossas crianças devem permanecer como opção de ordem íntima familiar”, concluiu Mônica.
Texto: Mariana Kruse – Jornalista (MTB 12088)

Noticias na mídia:

Programa: Bom Dia
Assunto: Vereadora Mônica Leal, diz que foi chamada de fascista, ditadora e fundamentalista, por retirar do plano municipal de educação, as expressões ideologia do gênero


Programa: Bom Dia
Assunto: Vereadora Mônica Leal diz que a educação sexual é função da natureza e da família