Projetos

domingo, 31 de agosto de 2014

A festa da Martina e da Catharina!


Neste sábado, comemoramos o aniversário de cinco anos da Martina e de dois da Catharina.
O dia da Catharina é 20 de agosto e a Martina faz em 15 de setembro, então a minha filha Juliana faz uma só festa, devido à proximidade das datas.
A festa foi na Brincalhão Festas e a família orgulhosa compareceu em peso, com os Marchiori vindo direto de Santa Maria para estarem junto com as pequenas nessa ocasião tão especial para nós e para elas.
O filme Frozen, que elas amam, foi o tema da decoração, inclusive com a presença das princesas Elsa e Anna, que encantaram todas as meninas convidadas.
As fotos traduzem o clima delicioso que envolve os aniversários infantis, que eu adoro, e este em especial!


James, Juliana, Martina e Catharina prontos para a festa

A família com as princesas Elsa e Anna na mesa com a decoração do "Frozen"

Hora do parabéns

E hora de apagar as velinhas

Mãe e filhas com as princesas

As quatro princesas

Alexandre e eu com as nossas três pequenas, Martina, Marcela e Catharina

Juliana e eu

James e as meninas com a Vó Ieda que veio de Santa Maria...

...com toda família Marchiori

Fernanda, que é madrinha da Martina, com sua Marcela


Guilherme, Carlos, Martha, Alexandre, Paula, Didi e Angela

Inês com Beatriz e Cristina com Thomas

As duas aniversariantes: Catharina na mesa de salgadinhos e Martina nos brinquedos








sábado, 30 de agosto de 2014

Agradável visita a Campo Bom



Esta postagem especial é sobre um dia encantador que passei em Campo Bom, município que eu já conhecia do meu período de secretária da Cultura do Estado.
À época, prestigiei uma das edições da Festa do Sapato, o maior evento da cidade de tradição na indústria calçadista. Estandes tomam conta da praça principal de Campo Bom, com dias intensos de comercialização de produtos que movimentam o turismo e valorizam o mercado local onde o setor coureiro-calçadista, voluntários, profissionais de todas as áreas, moradores, empresários e líderes comunitário juntam suas forças.
Esse retorno a Campo Bom foi justamente por conta da amizade que fiz naquela época com duas mulheres empreendedoras e muito ativas que mexem com a cultura, com a tradição e com as coisas boas de Campo Bom, sempre visando o bem e o desenvolvimento daquela comunidade, que são Goreti da Silva e Débora Trierweiler.
Recebi uma visita delas no meu gabinete na Câmara e novamente nos vimos falando e trocando ideias sobre projetos culturais como no tempo da secretaria da Cultura.
Elas estavam cheias de ideias e queriam mais uma vez me mostrar isso. Foi muito bom poder retribuir a visita e passar um dia “in loco”, como se diz, conhecendo de perto as iniciativas em que elas estão envolvidas, os parceiros desses projetos, os anseios, expectativas e esperanças de fazer do município onde vivem, um lugar cada vez melhor para se viver.
Começamos o passeio, num dia frio e ensolarado, no mirante do Largo Irmãos Vetter, onde fomos recebidos pela Goreti, pelo vice-prefeito Marcos Alfredo Riegel, por Rosane Schell, em representação ao presidente da Fundação Cultural de Campo Bom, sr. Ernani Reuter, e pela turismóloga Juliana Kroetz.
A torre de quase 40 metros de altura foi construída com os tijolos da sede da primeira fábrica de calçados da cidade, a Irmãos Vetter e Cia., que dá nome ao largo, que possui um grande anfiteatro e cujo projeto manteve vários aspectos e peças da fábrica, preservando a memória da principal origem econômica e a história da cidade. O mirante reproduz a chaminé da antiga fábrica e dali vê-se toda a cidade e os vales que a cercam, uma vista maravilhosa.
Quando descemos, a Débora já nos aguardava para o almoço no Clube XV de Novembro. Fomos caminhando, pois era perto, atravessando algumas ruas, onde já deu para perceber que lá o pedestre é muito respeitado. Aliás, Campo Bom é pioneira no uso consciente e ecológico da bicicleta. O município foi o primeiro na América Latina a ter uma ciclovia, em 1977.
No clube, um grupo de amigos convidados pela Débora e pela Gorette se juntou a nós e fizemos uma grande mesa de conversa.
E agora conto o diferencial desse almoço, que foi algo inusitado. De repente, o ambiente é tomado pelo som de um piano tocado ao vivo.
Da mesa onde eu estava não via o piano, só ouvia. Então, me levantei e conheci um ser iluminado em criatividade e sensibilidade, o jovem Thiago Dornelles.
Uma sala e o piano do clube são usados para um projeto social de um professor de música que dá aulas gratuitas. O Thiago já foi aluno desse pianista e naquele dia foi até lá para ver se o encontrava. O professor não estava, mas Thiago não perdeu a viagem. Sentou no piano que ele tanto conhece e começou a tocar. Foi muito bom tê-lo visto escutado e saber que ele é um talento que foi descoberto através de uma ação sociocultural, que deu a ele acesso a uma ferramenta que despertou seu talento nato, praticamente autodidata.
Após o almoço, fomos conhecer o Centro de Informação e Ludicidade Dr. Liberato, que funciona no prédio histórico que já foi a estação ferroviária.
Fomos recebidos e guiados pela professora Cheila Santos, diretora, conhecendo toda a casa, que é um espaço aberto a todos, com sala de brinquedos educativos, salas de leitura, de informática e que guarda no segundo andar um memorial do trem.
Como não é possível ir a Campo Bom e não falar em sapatos, fomos levados a conhecer uma empresa familiar que concentra em si todo o êxito da história e da tradição calçadista que eles têm e que trabalha com afinco para manter essa caminhada, mesmo com as crises que o setor já passou, com a saída de fábricas gaúchas para outros estados do país e com a competição chinesa.
Saímos encantados com o trabalho e a paixão de muitas pessoas que não esperam o trem passar, pois fazem, pois aprenderam a fazer bem com os que os antecederam, e o melhor, mantendo vivos os conhecimentos, as técnicas, o que veio trazido pelos colonizadores alemães, a herança de seus familiares e de muitos pioneiros que também construíram a bela cidade que vemos hoje.

Dentro disso, fica a dica: provar o tradicional pão de laranja, uma deliciosa receita alemã da família Blos que há décadas passa por gerações e que foi instituído como Patrimônio Histórico Cultural do Município.


Para saber mais sobre o pão de laranja e sobre a história do município, disponibilizo links para o site da prefeitura:

http://novo.campobom.rs.gov.br/noticia-3994/receita-alema-de-pao-de-laranja-vira-simbolo-de-campo-bom

http://novo.campobom.rs.gov.br/


Nossa primeira parada, obrigatória a quem visita Campo Bom, foi o 
mirante do Largo dos Irmãos Vetter

A vista lá de cima é magnífica 

Com minha amiga Goreti da Silva,...

...Carlos Paranhos, Daniela Souza,...

...vice-prefeito progressista, Marcos Alfredo Riegel e Rosane Schell, que me acompanharam na subida 
                                     
Lá de cima vemos a pintura de uma grande rosa dos ventos na área central do Largo Irmãos Vetter

Os diferentes lados da cidade que podem ser vistos do mirante

Assim que descemos, Débora Trierweiler, grande empreendedora da cidade,
se juntou a nós. Aqui, com Laura Fróes e o vice-prefeito

A bicicleta, que também é um símbolo da história de pioneirismos do município, 
ganhou uma homenagem estilizada na praça

Nosso almoço foi no Clube 15 de Novembro, antiga sociedade Atiradores, uma 
construção arquitetônica de estilo eclético dos anos 30

Grupo que almoçou conosco

Esse é o Thiago Dornelles, o pianista que conhecemos lá e que deu um show de sensibilidade 
e conhecimento

Uma das belas casas  antigas de campo Bom.  No estilo castelinho, 
esta, os proprietários pensam em transformar em um centro cultural

Chegando para conhecer o Centro Municipal de Informação e Ludicidade, 
que funciona na antiga estação de trem

Lá, fui muito bem recebida pela Cheila Santos e pela Maria Regina Ghilardi

Logo na entrada uma pintura de grande formato mostrando as tradições do município

...a diretora me contando como funciona o espaço da ludoteca...

...que tem brinquedos educativos, fantasias, camarim, teatro de fantoches, cama elástica 
e o mini supermercado que me encantou

Espaço de leitura, onde disponibilizam livros, revistas e jornais do dia para quem quiser

Sala de acesso e aprendizado do uso da internet

No segundo andar, as salas guardam objetos ligados á ferrovia e à estação formando 
o acervo do museu do trem

Na parede a pintura de como era a estação e peças retiradas da ferrovia 

Fizemos uma reunião na sala onde são produzidas e planejadas as edições da Festa do Sapato

Conheci projetos da cidade voltados à preservação da cultura alemã...
                                   
...e sobre a história do sapato - que tem como figura de referência o senhor
 João Alberto Kehl (1907-2003), considerado um verdadeiro artista do sapato

A próxima parada foi a fábrica de calçados Zanni Barcelos, da família Menezes. Aqui estou 
entre a Elizane e seu filho Mateus, braço direito dos pais na empresa
                                   
Conversando e trocando experiências com João,o pai, Mateus e Elizane e entendendo as 
etapas do processo da confecção dos sapatos

Vistas da fábrica

Vitrine do showroom Zanni Barcelos. Campo Bom foi o primeiro município do Brasil a 
exportar calçado, em 1968 e onde aconteceu a 1ª Feira Nacional de Calçados, que 
originou a FENAC

Finalizando a maravilhosa visita, com Goreti, Elizane (a Zanni), e Mateus

Para terminar, uma imagem do maravilhosos pão de laranja,
este feito pela Débora, que segue a risca a antiga
receita da família, mantendo a tradição









Martina, Catharina e Marcela


Não conheço nada melhor para resgatar energias do que estar com meu trio querido.
Vou passar o fim de semana com elas!






sexta-feira, 29 de agosto de 2014

A semana


Agosto se encerra e com ele o cumprimento de diversas missões, agendas, processos e encaminhamentos pelo bem comum e pela população de Porto Alegre, a partir do trabalho na Câmara Municipal.
Compartilho aqui alguns dos momentos importantes desta semana:



Aparte à fala do vereador Paulinho Motorista que lembrou na tribuna o Dia do Motorista, transcorrido em julho

Participação na reunião da Associação dos Moradores do Bairro Moinhos de Vento
 - Movimento Moinho Vive, que se realizou nas dependências do Clube
Leopoldina Juvenil

Recebendo no gabinete a Gisele Flores, que trouxe
uma pauta sobre segurança viária

Bancada completa no programa Jornal da Pampa de terça-feira, dia da minha 
participação: com Jarbas Lima, Karla Krieger, a âncora Magda Beatriz, Farid 
Germano Filho e Carlos Appel

No Paço Municipal onde eu acompanhei a Associação de Moradores da Vila Assunção 
em uma reunião com a presença do vice-prefeito Sebastião Melo e representantes da 
Secretaria Municipal de Urbanismo e Secretaria da Produção Indústria e Comércio
 Foto: Joel Vargas/ PMPA

    Depois da reunião um registro ao lado do vice-prefeito Sebastião
Melo, sempre disponível e solícito às minhas demandas 

Lendo a declaração  de voto da bancada do PP contra a mudança de nome da Avenida
Castelo Branco, aprovada na sessão plenária de quarta-feira, acompanhada pelos colegas João Carlos 

Nedel e Guilherme Villela. Foto: Leonardo Contursi/ CMPA


Na reunião de Mesa e Liderança. Na pauta, os próximos projetos em votação

Na Esquina Democrática, no horário do meio dia, encontro e "bandeiraço" 
em torno das candidaturas da coligação "Esperança que Une o Rio Grande"

Me pronunciando em aparte durante a Tribuna Popular que recebeu o 
Conselho Regional de Nutricionistas 2ª Região