Projetos

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

O triste prejuízo das pichações e depredações em Porto Alegre

Pichações e depredações já causaram prejuízo de mais de R$ 1 milhão por ano na Capital. A Prefeitura de Porto Alegre poderia investir estes recursos para o bem da população, como saúde, educação, segurança e cultura, mas infelizmente tem que consertar os prejuízos causados por estes vândalos. A falta de cidadania destes delinquentes, suja, destrói e rouba nossa memória, história e patrimônio.
Como vereadora tenho uma caminhada ligada ao combate à pichação da nossa cidade e atuo insistentemente na busca de medidas eficientes para a diminuição dessa prática. 
Compartilho reportagem do colega jornalista Cristiano Dalcin da Record TV RS:






Decisão acertada do novo governador


O governador Eduardo Leite está correto em vetar o Projeto de Lei que visa a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios de futebol. Medida acertada. Fiz questão de cumprimentá-lo pela sábia decisão que tomou. 
Na Câmara Municipal de Porto Alegre, tive tramitando um projeto de lei que proibia a comercialização de bebidas alcóolicas nos ambientes esportivos e num raio de 500 metros, em Porto Alegre, mas o mesmo não teve êxito. Esse já era um desejo do meu pai, Pedro Américo Leal, dentro da sua ampla visão e conhecimento em segurança pública.
Autorizar a venda de bebidas alcoólicas nos estádios é contribuir para o aumento da violência num ambiente esportivo que é de disputa, mas deve ser de paz.






quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Mudanças econômicas em prol do Estado


Com a notícia da mudança da Secretaria do Meio Ambiente de um espaço alugado para o Centro Administrativo do Estado e a economia que isso vai gerar, me reporto a 2007, quando, como secretária da Cultura, fiz a transferência da sede da Sedac do Solar Palmeiro, um casarão antigo, belo, mas antifuncional, localizado na Praça da Matriz, também para o CAFF, deixando de gastar 500 mil reais anuais. Junto a isso, uma série de medidas de economia para a pasta com a redução do custeio administrativo geral a partir do uso racional de telefones, luz, água, transporte, de papel, entre outras, além racionalização de cargos.











segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Extradição de Battistti

A consumação da extradição de Battistti com sua prisão, permitirá o cumprimento de sua pena na Itália. Os crimes por ele cometidos são imprescritíveis, portanto, não é aceitável que qualquer País impeça que o mesmo pague pelo que fez.

Foto: Max Rossi/Reuters

domingo, 13 de janeiro de 2019

Confiança judaica

A foto do Presidente Bolsonaro de Talit, manto sagrado judaico, reforça meu sentimento de que o Brasil está em boas mãos. Os judeus só permitem que um homem que não é judeu use o Talit, se for um homem honrado.






sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Na despedida emocionante de uma referência do nosso Exército

Estou em Brasília, em representação oficial como presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, tendo a honra de presenciar um momento especial do nosso Exército Brasileiro e do país. Participei da celebração de despedida do General Eduardo Villas Bôas, como Comandante do Exército, realizada no salão do Clube do Exército na quinta-feira à noite. Foi tudo muito bonito. Em sua fala, Villas Bôas fez uma breve retrospectiva de sua carreira militar. Citou os colegas de farda e os verdadeiros amigos que fez em 52 anos “de caserna”. Lembrou da mãe, que havia feito à mão, para ele usar quando ingressou no Exército, um "guarda tudo" de pano, onde ele colocava todas as suas coisas. Chamou os dois irmãos à frente e entregou a eles essa recordação afetiva e significativa que ele sempre guardou com carinho. Falou com amor de sua esposa, Cida e dos seus três filhos e refletiu que agora teria tempo para brincar com os netos. Registrou que ficava feliz em passar o comando a alguém como o General Edson Leal Pujol. Agradeceu aos médicos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, enfermeiros, sem os quais não teria chegado bem até aqui. Com muito humor, deu conselhos aos colegas de farda e fez brincadeiras. Foi aplaudido de pé e emocionou a todos os presentes, imbuídos do mesmo espírito de admiração e gratidão ao Comandante.
Foi para mim uma importante oportunidade de encontrar as principais figuras e as autoridades do novo governo. Conversei com o presidente Jair Bolsonaro e com o vice-presidente general Mourão e reforcei minha certeza de que o Brasil será conduzido por cidadãos íntegros e competentes, e que, como eleitora, eu fiz a escolha certa.
A solenidade de transmissão de cargo do comando do Exército Brasileiro ocorreu hoje pela manhã, também no Clube do Exército, e coroou a trajetória do general Villas Bôas, marcando o início dos trabalhos do general Edson Leal Pujol - dois gaúchos, um de Cruz Alta, o outro de Dom Pedrito, o que muito deve nos orgulhar. Leal Pujol é um amigo estimado e meu parceiro e conselheiro dos assuntos e causas militares em Porto Alegre e fiquei muito feliz em ser convidada para prestigiar esse seu momento de vida e carreira. Tudo correu na ordem, retidão e grandeza costumeira dos eventos militares e com uma formalidade de extremo respeito e beleza, com a manifestação do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e novamente no discurso de despedida preparado pelo general Villas Bôas, mais formal, mas não menos emotivo, que desta vez foi lido por outro militar devido a sua condição de saúde.
Foi uma solenidade maravilhosa que ficará marcada na história do Exército e do Brasil e ficará também na minha memória de cidadã brasileira. 

Ao lado do nosso maior mandatário, pessoa simplicidade encantadora
Eu e Comandante Nádia com o super ministro da Justiça e Segurança, o juiz Sérgio Moro
Com o presidente do TRF4, Thompson Flores e vice-presidente General Mourão acompanhado de sua esposa


Com o General Denardi e o novo comandante do Exército, General 
Leal Pujol

Com os presidentes da dupla Grenal, Marcelo Medeiros e Romildo Bolzan

Com o colega jornalista Alexandre Garcia

Tapete vermelho para o Exército Brasileiro

Belo cenário militar

Momento da transmissão de cargo com a presença do presidente Jair Bolsonaro,
vice Mourão e seus ministros de Estado




quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Boas-vindas e segurança pública

Registro da visita do Sandro Barbosa Quevedo, vice-presidente Regional Sul da COBRAPOL (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis), um amigo querido, natural de Camaquã, que acompanha meu trabalho político e é um grande admirador do meu pai. Ele veio me dar um abraço e dar conhecimento à presidência da Câmara Municipal de Porto Alegre sobre demandas em andamento, principalmente a proposta da Lei Orgânica Nacional da Polícia, pensada para valorizar a categoria, com a implantação da Carreira Única, e, com isso, fortalecer a ação da instituição na segurança pública do país.