Projetos

sábado, 29 de julho de 2017

Produtivo encontro de progressistas

Participei nesta sexta-feira em Torres do evento "Diálogos com as Bases Progressistas".
Lideranças de várias partes do Rio Grande do Sul estiveram presentes. Celso Bernardi, presidente do PP RS comandou a reunião política que teve como objetivo trocar ideias com os filiados sobre as eleições de 2018.
Este é o oitavo encontro que o partido organizou nesse formato. 
O prefeito de Torres, Carlos Souza, recebeu a todos de forma muito acolhedora.
Tive a honra de encontrar o maior líder progressista de Farroupilha, Nestor Zanonato.
Abaixo, alguns registros com amigos queridos que fazem parte da história da minha vida política.

Com Celso Bernardi, nosso presidente estadual

Ao lado do vereador de Arroio do Sal, Kridão, e do secretário da Agricultura, Pecuária e  Irrigação do RS, 
deputado estadual Ernani Polo

E com meu amigo de longa data e fiel incentivador, Nestor Zanonato 





sexta-feira, 28 de julho de 2017

Torres sempre me faz bem

Feliz que consegui aproveitar o finalzinho do recesso parlamentar da Câmara para passar uns dias em Torres, que sempre digo que é o meu paraíso. Vai ser um tempinho para ficar mais perto da natureza, caminhar, passear e renovar as energias. Aqui eu consigo me desligar de tudo e me sentir em paz. 
Torres sempre me faz bem, ainda mais em boa companhia. A Martina e a Catharina estão de férias e vieram comigo, com o Alexandre e a Mel.
A Mel, para quem não conhece, é a mais nova integrante da família, uma cadelinha shitzu que eu ganhei no Dia das Mães.
Na primeira ida à praia para as crianças brincarem, já curtimos um pouco do cenário maravilhoso que Torres sempre nos presenteia. Por sorte, vamos pegar dias com sol e temperatura superagradável para o nosso inverno gaúcho.
Na segunda-feira, descansada, retomo às minhas atividades de vereadora de Porto Alegre.




















quinta-feira, 27 de julho de 2017

Cabecinhas enfeitadas

Há um tempo, fiz uma postagem em que escrevi sobre o trabalho criativo da amiga Maria Izabel Stefanello, que fazia joguinhos de Cinco Marias à mão, com muito capricho no uso dos tecidos e adereços coloridos. Contei que ela havia feito um para mim e que eu não via a hora de sentar no chão com o meu trio de pequenas e ensiná-las a jogar e a conhecer esse brinquedo antigo  e  tão especial que fez parte da minha infância.
Agora, a Maria Izabel novamente me encantou presenteando as meninas com tiaras artesanais para o cabelo que ela está fazendo e que são umas graças. Elas adoraram!

















terça-feira, 25 de julho de 2017

O exemplo de Abílio Diniz

Com o período do recesso na Câmara estou conseguindo colocar as minhas leituras em dia. Ler e frequentar livrarias, garimpar livros e depois apreciá-los com calma são hábitos que me fazem muito bem.
Um dos meus achados recentes foi o livro “Novos caminhos, novas escolhas” do empresário Abílio Diniz. Também em uma entrevista na revista Forbes Brasil de junho, em que está na capa, ele nos dá um exemplo de vida e nos mostra que aos 80 anos pensa em viver muito ainda e de forma saudável, cheio de planos e projetos. Revela que os últimos 12 anos foram os melhores de sua vida.
O cara é um espetáculo, e não me refiro aqui à fortuna que fez ao longo de sua trajetória profissional e sim à forma com que ele realiza seus objetivos pessoais, com metas claras do que quer.
A princípio ele não diz nada que não saibamos, mas dá seu testemunho real de que é possível pôr em prática uma vida mais ativa e interessante após os 65, 70 anos, basta querermos.
Eu, que sou adepta dos exercícios físicos desde sempre, me identifiquei muito e compartilho de suas ideias. Creio que uma vida ativa e ao mesmo tempo determinada e disciplinada faz toda a diferença. Isso me chamou muito a atenção, a disciplina dele, que acorda as 5 horas da manhã para fazer seus exercícios e sua meditação, além de ser obstinado com a alimentação.
A lição que tirei é que nada é por acaso. Somos nós mesmos que traçamos a nossa qualidade de vida. Devemos estar ocupados, seja de trabalho ou de alguma atividade que nos dê prazer, devemos nos mexer, fazer o que mais gostamos e estar perto dos amigos e de quem amamos, sempre pensando em viver bem e cada vez melhor. 








domingo, 23 de julho de 2017

Guris de 60 anos

Dakir Duarte, Carlos Geraldo Coelho e Silva, Paulinho Linhares e Toninho Schneider, amigos queridos, comemoraram juntos os seus 60 anos neste sábado, com uma festa linda e divertida no Country Club. 
O evento reuniu pessoas que fazem parte da história de vida deles. Foi bom demais encontrar com tantos amigos de longa data, como da turma de Torres, do Clube Leopoldina Juvenil e dos Colégios Rosário e Bom Conselho. Uma banda espetacular tocou Beatles e Rolling Stones e nos remeteu àquela amizade nascida na nossa juventude. 
      
Caminhando devagarinho depois da cirurgia no joelho

Com Andréa Nunes, Martha Leal e Didi Menezes

Com Cyr Livonius, Maria Helena Macedo Linhares, Joy Pen Giora e Tânia Carvalho

Gilberto Schwartsmann, Roberto Weber, Alexandre Markusons e Mauro Biazus

Uma panorâmica do salão de festas, que estava lindo 

Banda Cover dos Beatles  

Com Leonor Schwartsmann, Eliane Biazus e Ivete Weber












sexta-feira, 21 de julho de 2017

SEMANA DE TRABALHO

Nesta primeira semana de recesso do legislativo, mantive o ritmo de trabalho com reuniões no Paço Municipal e no Palácio Piratini. Compartilho:

Audiência com o vice-prefeito, Gustavo Paim  e o gerente de mobiliário da EPTC, Abaeté Silva, para tratar da iluminação nas paradas de ônibus   

Em seguida fui recebida juntamente com representantes da Associação Moinhos Vive pelo vice-prefeito Gustavo Paim e pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ricardo Gomes, para tratar de demandas do bairro 

Executiva Estadual do PP sendo recebida pelo Governador José Ivo Sartori no Palácio Piratini






Demanda sendo resolvida

Uma demanda trazida ao meu gabinete pela presidente do Mulheres Em Ação, Ali Klemt tratava-se de um depósito de lixo irregular que incomodava a comunidade, provocando mau cheiro, perigo de doenças, tendo animais mortos, entre outros. Encaminhamos a demanda para a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e já notamos que a rua foi fechada para início da limpeza do terreno e instalação de câmera para fiscalizar caso continue a descarga clandestina de lixo no local.



quarta-feira, 19 de julho de 2017

Meu canto


Na casa em que morei por vinte e três anos, eu tinha o meu canto preferido. A casa era grande, com dois andares, e fiz meu espaço no andar de baixo, com janela para o jardim.
Nos mudamos em 2015 para um apartamento e aos poucos fomos decorando, equipando, definindo o lugar de cada coisa, e nele também elegi meu canto favorito.
Como acordo sempre muito cedo, é nesse cantinho que eu leio os jornais, as revistas e os meus livros, onde me informo e me organizo mentalmente para as tarefas e agendas do dia. É onde encontro paz e fico em silêncio.
O Alexandre é músico, toca violão e guitarra. Quando adolescente teve uma banda e depois, na universidade, participou do conjunto da Unisinos. Marcelo, meu filho do meio, também tem esse dom musical e sempre que os dois se encontram em casa, usam o meu canto preferido para tocar e cantar, pois é ali também que fica o violão. Gosto muito de escutar essa minha dupla de músicos.






  


VOCÊ SABIA?


terça-feira, 18 de julho de 2017

Palavra do leitor

Compartilho com vocês a palavra do leitor publicada nesta terça, 18, no Jornal do Comércio, que enfatiza a punição aos pichadores. 
Agradeço o reconhecimento.



segunda-feira, 17 de julho de 2017

Acompanhando uma demanda

Minha assessoria esteve presente na tarde desta segunda, 17, no final da rua Graciliano Ramos, para acompanhar o andamento de uma demanda trazida ao meu gabinete pela Presidente do Mulheres em Ação, Ali Klemt. Trata-se de um depósito constante de lixo irregular que tanto incomoda a comunidade, provocando mal cheiro, com animais mortos, perigo de doenças como a dengue, entre outros. 
Estiveram presentes também representantes da EPTC, Secretaria Municipal de Serviços Urbanos , além das Associações do Condomínio Jardim do Salso. Na oportunidade, foi definido que desta quinta-feira até o sábado, 22, a rua será fechada para início da limpeza do terreno e instalação de câmera para fiscalizar caso continue a descarga clandestina de lixo no local.




PENSAMENTO DA SEMANA


domingo, 16 de julho de 2017

Um imprevisto no meu caminho

Nem em pesadelo eu pensei que me aconteceria um incidente tão bobo, muito menos que me levasse a fazer uma cirurgia. Pois então, algumas semanas atrás, eu saía da sede do PP/RS, onde tive uma reunião com o presidente Celso Bernardi, e seguia em direção ao estacionamento na rua Duque de Caxias, onde sempre deixo o meu carro porque gosto muito do atendimento atencioso e do preço, que é justo. Parei para conversar com um cidadão que me cumprimentou, e, ao mesmo tempo, alguém chamou meu nome do outro lado da rua. Foi quando virei para olhar quem era e pisei mal. Instantaneamente senti um barulho no joelho seguido de uma dor. Na hora não dei muita importância e fui para a Câmara Municipal, onde ia almoçar e à tarde participar da sessão plenária.
Assim que consegui, contatei com o Dr. Marcos Wainberg Rodrigues, ortopedista e traumatologista, especialista em joelho, informando do ocorrido. Iniciei um tratamento clínico e alternava bolsa de água quente e gelo.  O certo é que a dor continuava e a dificuldade para caminhar aumentava. De novo contatei com o médico, que solicitou um exame de ressonância e o resultado foi ruptura radical do menisco. A indicação foi de cirurgia.
Bah! Eu atolada de trabalho, com agenda completamente cheia e em pleno período de votações dos projetos do governo, reuniões políticas importantes, não tinha como me afastar. Expliquei para o Dr. Marcos, que prontamente marcou a cirurgia para este sábado, no início do recesso parlamentar de julho.
Assim, cumpri com a minha missão de vereadora e posso me recuperar com calma. A única coisa desagradável é que eu estraguei com uma viagem programada pelo Alexandre para este mês.
O procedimento cirúrgico foi maravilhoso. Cheguei às 9h45 no Hospital Moinhos de Vento e a cirurgia foi às 11h45. Ali, cinco minutos são uma eternidade, por isso que conversar com as pessoas que estão na sala de espera é sempre uma distração e foi o que eu fiz. Falei com uma mãe que acompanhava a filha, que contou de um golpe de sequestro que recebeu dia desses e até gravou a ligação dela falando com o golpista, algo impressionante mesmo; com dois senhores muito simpáticos, sendo que um deles era admirador do meu pai e meu eleitor, e também uma artista plástica queridíssima. Cada um com suas histórias de vida. É interessante como um ambiente de tamanha fragilidade torna as pessoas próximas.
Meu sobrinho Tiago Leal Ghezzi, que é  médico cirurgião proctologista, apareceu para buscar um paciente e foi uma festa quanto me encontrou de papo com todos.
O Dr. Marcos, meu médico, também entrou na conversa. A anestesista, uma moça que estampava competência, veio para fazer a entrevista e me perguntou qual tipo de anestesia eu preferia. Achei isso uma novidade, pois nunca havia escolhido. Então, quis saber a diferença entre a raquidiana e a geral e optei pela geral porque não gosto da sensação demorada de não sentir as pernas. Por uma fração de segundos, olhei para aqueles três jovens médicos que iam operar e pensei na responsabilidade que tinham nas suas mãos. Elevei meu pensamento a Deus para que os iluminasse sempre. Acordei na sala de recuperação sendo cuidada por uma técnica de enfermagem chamada Aninha, um ser humano talhado para esse oficio, extremamente delicada e comprometida. À tardinha fui arrumada e conduzida numa cadeira de rodas por uma rica criatura até a saída do hospital, onde o Alexandre me aguardava. Essa moça que me conduziu falou que tinha dois filhos adolescentes e o quanto era difícil quando eles saiam à noite, que não conseguia dormir até chegarem, o que fez eu me lembrar da época dos meus filhos, quando eu passava o tempo espiando na janela, esperando abrirem o portão. Ensinei para ela uma receita que utilizava nesses momentos, que era rezar uma Ave Maria para a Nossa Senhora Das Graças e evocar a imagem dos filhos chegando em casa. Lembrei que tinha na minha bolsa a Novena da Nossa Senhora das Graças e dei para ela, que ficou contente e agradecida. 
A verdade é que eu que tenho que agradecer por tudo e todos nesse meu sábado de hospital.
Estou em casa e super bem, porém, com ordens do médico para ficar de molho. Tenho quatro pontos no joelho e um curativo gigante. O mais complicado é andar com as duas muletas, pois demoro um tempão para fazer um pequeno percurso como do meu quarto ao closet. Mas tudo completamente administrável.
Minha filha Juliana ficou impressionada com meu estado de espirito logo após a cirurgia. Ela disse que me achou muito decidida e corajosa e eu respondi que o segredo é ter um grande médico, que, por consequência natural, a gente se sente segura. Foi o que me aconteceu, fui operada pelo melhor médico especialista em joelhos que conheço.
Agora é seguir à risca as orientações e ter paciência em depender dos outros, o que para mim, confesso que é um suplício, pois sou uma mulher ativa e autossuficiente. 
Nesses meus dias de descanso vou aproveitar para colocar a leitura em dia e assistir ao seriado da Netflix que estou adorando: Designated Survivor (Sobrevivente Designado).







sexta-feira, 14 de julho de 2017

MÔNICA INDICA

Hoje, a minha dica é de um seriado da Netflix​ que me conquistou: Designated Survivor (Sobrevivente Designado), estrelado pelo ator Kiefer Sutherland (o mesmo de 24 Horas).  
Uma explosão tira a vida do presidente americano e de todos os membros do Gabinete, exceto do Secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos Estados Unidos, Tom Kirkman (Kiefer Sutherland), que foi nomeado o sucessor designado que é um membro do Governo indicado para ficar em um local  fisicamente distante, seguro e secreto quando o Presidente e sua cúpula estão reunidos em situações visadas ou de risco, como em cerimônias de posse presidencial. Kirkman é imediatamente empossado como Presidente sem saber que o ataque é apenas o começo do que está por vir. 
O seriado mostra os bastidores da política americana, além das mudanças na vida pessoal do agora presidente e as dificuldades encontradas na montagem do novo governo. 
Por se tratar do meio político, que é sempre cheio de surpresas, a série me chamou muita atenção e estou acompanhando com expectativa.


SEMANA DE TRABALHO

Foram dias de votações e decisões importantes na Câmara, de reuniões e eleições progressistas, e de ricas agendas externas que fizeram minha semana dinâmica e produtiva. Compartilho:


Reunião da Executiva do PP de POA que reelegeu Kevin Krieger como presidente 
municipal do partido

Recebendo demanda da Associação dos Moradores do Loteamento Romeu Samarani

Reunida com a bancada progressista no plenário 

Tratando com o presidente do Simpa na reunião da Comissão de Direitos Humanos e 
Segurança Urbana - Cedecondh

A Cedecondh desta semana tratou a respeito da retirada da Escola de Samba Imperadores 
da área que ocupa ao lado do Estádio Beira-Rio

Visita a nova sede do IGP, onde fui recebida pelo diretor Paulo Frank, por Trajano Bittencourt 
e mais dois colegas peritos

Com o governador Sartori na abertura da Feira Brasileira do Varejo, evento do Sindilojas Porto Alegre

Em meio às agendas externas, um cafezinho com meus assessores Fernando, Pedro e Fábio

Reunião da base do governo com o vice-prefeito Gustavo Paim

Recebi o presidente da Associação dos Cegos do RS, Gilberto Kemer, que trouxe uma demanda importante da 
instituição. A reunião foi acompanhada pela assessora do deputado estadual Adolfo Brito 

Utilizei a tribuna na homenagem em memória às vítimas do voo JJ3054 da TAM, cujo acidente completa 10 anos

  Um registro da manifestação dos familiares que assistiram a sessão plenária
        
No meio da semana de trabalho, pausa especial para comemorar o aniversário da minha irmã Inês com as mulheres da família