Projetos

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

O Rio Grande do Sul presta justo e merecido reconhecimento ao Turra

Francisco Turra foi candidato ao Governo Estadual em 2006.  Turra é um cidadão correto, competente e generoso. Eu tenho muito orgulho de ter feito parte da chapa majoritária em que ele era o candidato principal. Aliás, cabe aqui dizer que um dos motivos que me fez aceitar a convocação que recebi, na época, para ser candidata ao Senado, foi porque ele é um homem integro e leal. 
Estarei lá para abraçar meu amigo querido. 




terça-feira, 29 de novembro de 2016

Muito triste

Consternada com a queda da aeronave que levava a delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulação. Muito triste.



segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Fogos de Artifícios

Confesso que fiquei surpresa com a aprovação do Projeto que proíbe a comercialização, a utilização e o manuseio de fogos de artifício em nossa Capital, bem como a concessão de alvará de localização e funcionamento e de autorização para funcionamento de atividade econômica para estabelecimentos que comercializam ou fabricam fogos de artifício.

Logo após a tragédia ocorrida na Boate Kiss, em Santa Maria, apresentei projeto proibindo a utilização de fogos de artifício de qualquer espécie em locais fechados no Município de Porto Alegre. Este Projeto foi aprovado e hoje é a Lei nº 11.473, de 30 de agosto de 2013.

O projeto aprovado recentemente no Legislativo apresenta inúmeros óbices legais no que se refere a competência municipal de legislar sobre a matéria. Em razão disso, tenho certeza de que o Senhor Prefeito municipal não sancionará tal projeto.
  
Tenho plena convicção que o projeto de minha autoria transformado em lei, visa garantir proteção à vida das pessoas evitando a utilização desses equipamentos.


Compartilho o link da Lei Nº 11.473/13, que proíbe a utilização de explosivo de qualquer espécie em locais fechados no âmbito do Município de Porto Alegre. 


Foto do dia 30/08/2013, em que a Lei foi sancionada pelo prefeito José Fortunati


Li e gostei





quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Como é bom saber que a presença do vô Pedro na vida dos netos foi marcante

Da série "Coisas inesquecíveis da vida": Regras da casa de Torres, por Pedro Américo Leal. Você poderia até discordar, mas a verdade é que tudo sempre fluiu bem demais e todos respeitavam as ordens do Coronel em
prol do bem comum (ainda que talvez algumas fossem burladas por baixo dos panos).
Saudades de Torres, um tempo que não volta mais, mas deixou suas marcas em cada um de nós, para sempre.








quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Prêmio Press 2016: A VERDADE RECOMPENSA

Estive na entrega do Prêmio Press 2016, evento que sempre prestigio a cada ano, pois é realmente um grande momento da área da nossa Comunicação, que reconhece os profissionais gaúchos, cujos nomes são lembrados, indicados e passam pelo voto popular e por uma comissão julgadora de alto nível. A promotora do prêmio é a revista Press, que tem o jornalista Julio Ribeiro no comando.


Este prêmio é considerado o maior e mais disputado do jornalismo brasileiro. É o que há de importante para a valorização de homens e mulheres que se dão de corpo, alma e coração à profissão, que muitas vezes não tem horário nem descanso, que trabalham com muita paixão, exercendo sua vocação na lida diária do exercício da ética, da isenção e da imparcialidade, ao buscar a verdade dos fatos e colocar esses fatos nos meios de comunicação com responsabilidade, formando opinião, levando conhecimento à população, prestando um serviço indispensável.

Antes da abertura dos envelopes para revelar os vencedores, houve a recepção com um delicioso coquetel, momento de confraternização onde pude matar a saudade de colegas amigos queridos. 

Já no teatro Dante Barone, tive o privilégio de subir ao palco para anunciar o prêmio de Melhor Programa de Televisão do Ano, que foi para o Rio Grande no Ar, da TV Record.

Os grandes homenageados da cerimônia foram a FAMECOS/PUC, pelos seus 50 anos de fundação e, in memoriam, o professor Antonio Firmo de Oliveira Gonzales, o Antoninho, como todos o conheciam. 

Abaixo alguns registros da cerimônia do Prêmio Press 2016.














terça-feira, 22 de novembro de 2016

RS reduzido

O pacotão anunciado pelo governador Sartori reduz consideravelmente a máquina administrativa.
Entendo que os três pilares que devem ser plenamente atendidos pelo governo são a saúde, a segurança e a educação.
Na minha visão, o Estado não é banqueiro, logo, urge a privatização dos bancos públicos. Ao mesmo tempo, a TVE não deveria ser extinta, mas, sim, otimizada, incorporada pela Secretaria da Cultura, também reestruturada.
Enfim, já é um começo para o reequilíbrio do RS, mas que deve ser aprimorado. Agora a palavra está com o legislativo gaúcho.







sábado, 19 de novembro de 2016

Símbolo Nacional

Hoje é Dia da Bandeira Nacional
Eu, que sou filha de militar, sei do valor deste símbolo. Quando canto o Hino Nacional contemplo a bandeira e coloco a mão no coração.
Sinto-me especialmente honrada em ter essa herança militar. Meu pai, Coronel Pedro Américo Leal, fez do Exército Brasileiro a sua família, sua escola de vida e, por consequência natural, meu sentimento de amor a Pátria é muito forte.
Minha percepção dos símbolos nacionais vem de tempos já distantes, em uma vila de casas comuns, iguais, pintadas de branco, com janelas verdes e quintal de chão batido. Ficava em Rezende, Rio de Janeiro, ainda Estado da Guanabara.
Hoje, falamos muito em condomínios horizontais. Pois aquele era um condomínio simples, sem luxos, mas, para mim, o melhor do mundo: era a Vila Militar, onde passei boa parte da minha infância.
Ali, enquanto crescia, obtive ensinamentos que não se aprendem na escola. Aprendi a admirar o soldado como verdadeiro defensor da Pátria, cidadão da honra, que empunha a bandeira junto com seus ideais.
Conheci uma estrutura alicerçada na solidez de uma sociedade que vive e se emociona em torno de seus símbolos, seus heróis, feitos e vitórias do passado, na guerra e na paz.
Toda a Nação que cultiva seus símbolos, marca profundamente a formação de seus filhos e desperta sentimentos que permanecem para sempre. Comigo foi assim e reconheço isso com clareza.
Neste 19 de novembro, como brasileira, destaco a data e faço esta homenagem a nossa Bandeira Nacional.




sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Parabéns valorosa Brigada Militar

Quero cumprimentar a nossa Brigada Militar que completa 179 anos. Aproveitando o momento, reforço toda a minha admiração e o meu constante incentivo e trabalho pela valorização e reconhecimento a esta corporação. 

Na minha caminhada política a segurança é causa e prioridade, pautada, de uma forma ou de outra, em todos os meus projetos e onde quer que eu esteja desempenhando minha função.
Dedicando meu interesse de cidadã e vereadora às categorias da segurança pública em geral, tenho plena consciência da minha responsabilidade para com esta classe, a quem hoje e sempre, presto minha homenagem.


Todos imbuídos para cumprir as metas de campanha

Reunião sobre o futuro de Porto Alegre e processo de transição. Diálogo e transparência sempre.



Após a reunião, fui entrevistada pelo jornalista André Machado da rádio Band News, compartilho o áudio do entrevista.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

PROTESTO SIM, RADICALISMO NÃO



No estado democrático de direito é salutar o protesto ordeiro. Porém, os limites do protesto estão sendo ultrapassados. Invasões ao parlamento não são admissíveis. Ao se permitir tais atos, chegaremos na linha tênue do descontrole social. 
As instituições tem que ser mantidas e respeitadas por todos, inclusive os insatisfeitos. Mas tudo inicia por atitudes radicias não contidas pelo Poder Público. Quando uma via é obstruída por vândalos, todas a sociedade é prejudicada. 
Assim, as invasões ao parlamento que estamos assistindo em Brasília e no Rio de Janeiro refletem a falência do Estado, a medida em que não conseguem manter a ordem pública. 
Ora, é claro que manifestações são saudáveis, mas dentro da ordem institucional, sem invasões e quebradeiras. O radicalismo não é bom. 
Espero que os radicais sejam contidos e respondam por seus atos. Enquanto é tempo!




terça-feira, 15 de novembro de 2016

sábado, 12 de novembro de 2016

Como é bom voltar

Daqui a alguns minutos estarei chegando em Torres.
Escolhi passar o feriado da Proclamação da República no litoral.
Estou bem contente com isso. É que faz tempo que não retorno a minha praia.
Depois que iniciou o ano de eleições municipais,minha agenda de candidata esteve sempre cheia.
Me faz um grande bem apreciar o cenário de Torres, que é belíssimo. Quero muito caminhar no calçadão, da Praia Grande até a Guarita. 
Desde já, um bom feriado a todos!




quinta-feira, 10 de novembro de 2016