Projetos

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Contratempo

Agora, eu vou contar  algo que me aconteceu no final de semana e inclusive me tirou de cena até para escrever textos para o blog.
Tive um torcicolo!
Até aí tudo bem, porque já tive vários, motivo que me obrigou a fazer  uma cirurgia e colocar aparelho nos dentes, que tirei no inicio deste ano. 
Daí em diante nunca mais havia sentido um torcicolo.
Mas esse me derrubou por completo!
Foi na manhã de sábado que acordei com uma dor cavalar e não conseguia mexer o pescoço.
O pior é que tinha aula das 9h às 12h. Estou fazendo um curso na área da comunicação.
Como eu só admito faltar  um compromisso previamente agendado se estiver na UTI, nem pensei em não ir.
Então, estava aí o meu primeiro problema do dia: o pessoal aqui de casa ficou indignado comigo.
Só que eu precisava que alguém me levasse, pois não tinha condições de dirigir, o que me fez  comprar uma parada dura. Resultado que, lá pelas tantas, anunciei que iria de táxi.
Depois deles se darem por vencidos, fui gentilmente conduzida até a sede do meu curso.
Certa de que agüentaria ás três horas de aula, estava medicada, confesso que me enganei redondamente.
Fiquei duas horas e foram as mais longas horas que passei sentada numa cadeira, aguentei o que pude, mas precisava levantar e sair dali.
Foi o que fiz, cheguei na frente da professora e expliquei a minha situação e ela, muito querida disse: “claro, vai para casa que torcicolo requer repouso”.
Para evitar escutar o “sermão da montanha”, diga-se de passagem, coberto de razão, eu resolvi voltar de táxi e foi uma grande idéia, pois não tinha ninguém em casa e subi direto para o meu quarto, onde passei descansando a maior parte do dia, só saindo a tardinha para a festa de aniversário da Martina.
No domingo acordei sem o terrível torcicolo.
Fiquei super bem e com muita vontade de caminhar até o Parcão.
Prevendo que enfrentaria resistência da  “polícia familiar”,  esperei para fazer  isso na parte da tarde, que aí tive tempo suficiente para mostrar que estava em plenas condições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário