quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Mudanças econômicas em prol do Estado


Com a notícia da mudança da Secretaria do Meio Ambiente de um espaço alugado para o Centro Administrativo do Estado e a economia que isso vai gerar, me reporto a 2007, quando, como secretária da Cultura, fiz a transferência da sede da Sedac do Solar Palmeiro, um casarão antigo, belo, mas antifuncional, localizado na Praça da Matriz, também para o CAFF, deixando de gastar 500 mil reais anuais. Junto a isso, uma série de medidas de economia para a pasta com a redução do custeio administrativo geral a partir do uso racional de telefones, luz, água, transporte, de papel, entre outras, além racionalização de cargos.











Nenhum comentário:

Postar um comentário