domingo, 3 de abril de 2011

A magia da estratégia

Na quinta-feira à noite, eu fui na homenagem que a Dra.Míriam Pedron prestou ao professor Ivo Pitanguy por tudo que fez ao longo de sua carreira na medicina.O evento aconteceu no ambiente da própria Clínica Pedron,na Chácara das Pedras,em Porto Alegre.A Miriam é cirurgiã plástica reconhecida nacionalmente e mãe do João Maximiliano,amigo de infância do meu filho Felipe.O Max e o Felipe se criaram juntos e essa amizade permaneceu forte em todas as fases da vida deles,e nós,como mães,acompanhamos isso
felizes, pois sabemos da importância de um amigo do peito no
desenvolvimento de nossos filhos. Hoje, com suas namoradas, eles continuam convivendo, mantendo assim esse vínculo pela vida a fora. O Max é estudante de medicina, fez estágio na clinica do Dr. Pitanguy e vai seguir o caminho da mãe. O interessante é que o Felipe, que nunca me pede nada, quando recebeu o convite, logo me pediu para ir com ele. Fiquei bem faceira e prontamente disse que iria. Isso deve fazer uns trinta dias. O que quero contar é como conciliei a minha agenda justamente no dia marcado para este belo evento. Recentemente a minha vida profissional mudou muito. Antes, quando era do executivo do governo, tinha uma agenda organizada com quinze dias de antecedência e sabia exatamente onde estaria tal dia e tal hora. Agora, atuando na área da comunicação e assessorando projetos de uma empresa, minha agenda é marcada de uma hora para outra, com reuniões tanto na capital quanto fora do Rio Grande do Sul. Então, na segunda-feira é que fiquei sabendo que teria que ir ao Rio de Janeiro para uma reunião na quinta-feira pela manhã, dia 31. Se fosse possível eu até adoraria passar o fim de semana no Rio, curtir a família carioca e também aproveitar as delícias da cidade maravilhosa, mas tinha, além da homenagem ao Dr. Pitanguy, mais um importante compromisso em Porto Alegre (que foi desmarcado) e nem cogitei essa hipótese. Montei a minha viagem de maneira estratégica. Sou boa nisso, coisa que trago da minha criação militar. Saí do Salgado Filho no avião das 6h e 45 minutos e cheguei às 8h e 35 minutos no aeroporto Santos Dumont, pertinho do local onde era a reunião.Terminada a reunião, perto da hora do almoço, sabendo que a volta era pelo Galeão e vendo o trânsito muito congestionado, decidi almoçar já perto do aeroporto. Fui no restaurante “Rei do Bacalhau” na Ilha do Governador. Minha nossa, comi um bacalhau dos deuses! Tudo correu dentro do meu super planejamento. Embarquei no avião das 15h e 45 minutos e às 18h estava dentro do táxi rumo à minha casa para tomar um banho e me arrumar. Cheguei na mesma hora que o Felipe chegava do estágio e ainda "passei a flauta" nele com a minha precisão no horário - é que ele ligou durante o dia, preocupado com o evento da mãe do amigo, pois disse que tinha confirmado a minha presença para a Miriam e que ela havia contado que o Prefeito Fortunati tinha ficado muito satisfeito quando soube que eu iria. Depois desse dia corrido, consegui aproveitar a recepção, que estava linda e onde encontrei muita gente conhecida prestigiando a Dra. Miriam e o Pitanguy. Conversei com colegas jornalistas, com o Fortunati e a Regina e com amigas queridas, e,o mais importante, atendi ao pedido do meu filho Felipe.

Com minhas amigas (da esquerda para a direita):Tanira Osório da Silva, Elizethe Borghetti, Ana Helena Jardim, Miriam Pedron, Maria Fernanda Bermudez, Mylene Rizzo e a Sharon

Prefeito José Fortunati com a esposa Regina

Nenhum comentário:

Postar um comentário