Projetos

terça-feira, 26 de maio de 2020

Regra de ouro

Escutando o novo presidente do TSE em seu pronunciamento de posse, me chamou a atenção ele mencionar algo que sempre coloco nas minhas falas, discursos ou textos, em simples conversas, em conselhos e em pensamento. O Ministro Luis Roberto Barroso citou que o Brasil precisa resgatar a prática da boa fé e disse uma regra de ouro que é a minha e que era também a do meu pai, Pedro Américo Leal: a de não fazer aos outros o que não gostaria que fizessem consigo, fazendo uma relação com a atitude dos políticos perante seus adversários, frente a necessidade de uma imprensa séria e de uma sociedade sem fake news, tudo pela verdade e pela verificação dos fatos. Independente das crises institucionais que vivemos hoje no Brasil, das relações delicadas entre os poderes, faço esse registro.

Leal a Porto Alegre. Leal a você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário