Projetos

terça-feira, 12 de maio de 2020

Pampa Debates, sempre interessante

Participei de mais um excelente Pampa Debates. Hoje, os participantes foram o presidente do Simers, Marcelo Matias, a gerente regional da TAP, Maria João Raupp, e o empresário Antonio Carlos Bacchieri. Analisamos as notícias do dia e debatemos os dois principais assuntos que não saem de pauta, a pandemia de coronavírus e a retomada da economia. A questão da conturbada saída do ministro Sergio Moro também foi tratada, já que à tarde, em Brasília, ocorreram depoimentos de três ministros no inquérito sobre suposta interferência do presidente Bolsonaro na PF.
Me manifestei sobre um absurdo que cometeram agora no último Decreto Estadual que instituiu bandeiras em cores diferentes como balizadoras da situação do isolamento, que foram duas restrições para o comércio e os serviços não essenciais. A primeira, a lotação da área do estabelecimento, de 01 pessoa a cada 4 m², ou seja, 40 m², 10 pessoas. A segunda restrição, nas bandeiras amarela e laranja só pode atuar com 50% dos trabalhadores. Essa restrição obrigará a empresa a demitir, pois para que vai preservar pessoal se na melhor hipótese só poderá contar com 50% delas. Quem tem que resolver se vai demitir é a empresa se seu faturamento não comportar, não por obrigação de um decreto. Na bandeira vermelha e preta já fecha tudo. Pergunto, como ninguém viu esse erro???

Leal a Porto Alegre. Leal a você.



Nenhum comentário:

Postar um comentário