Projetos

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Essa eu não entendi

 
Em seu primeiro ano de governo, a presidente Dilma Rousseff cortou à metade da verba prevista  para o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania ( PRONASCI) . Com R$ 1 bilhão a menos esses programas ficam no papel ou são reduzidos. A medida contraria a promessa de ampliar a colaboração com estados e municípios nessa área, feita por Dilma durante a campanha eleitoral de 2010. Com o corte, alguns programas nem começaram – como a construção de postos de polícia comunitária, que deveria ter recebido R$ 350 milhões mas ficou sem um centavo. A modernização de prisões, que deveria ter recebido R$ 20 milhões, também ficou no papel. E o Bolsa Formação, destinado a qualificar policiais, recebeu metade do prometido.
Só me resta concluir que segurança pública não é prioridade para o governo federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário