sexta-feira, 17 de julho de 2020

Futuro incerto

Todos os dias acordamos com notícias cada vez mais preocupantes na área da economia. Estamos vivendo a crise da crise, com consequências graves e já irreversíveis.
A pandemia provocou o fechamento de 522 mil empresas no país na primeira quinzena de junho, segundo dados do IBGE. 
A maioria das empresas que fecharam era de pequeno porte (99,2%), com até 49 empregados.
O setor de serviços foi o mais atingido, seguido do comércio, da construção e da indústria.  
Por aqui, os representantes dos empresários e do comércio da Capital pedem maior diálogo da prefeitura com as categorias para as decisões sobre as restrições ao setor. Temos um prefeito que não debate. Para isso e para tudo. Nem com a Câmara de Vereadores ele conversa. Os sucessivos fechamentos das atividades em Porto Alegre já acarretam prejuízos na arrecadação do município. É uma bola de neve. 
É possível, sim, reabrir o comércio seguindo os protocolos de higiene. Os comerciantes querem trabalhar, não querem demitir. 
A tomada de uma mudança de rumo é urgente para salvarmos a economia de Porto Alegre.

Leal a Porto Alegre. Leal a você.





Nenhum comentário:

Postar um comentário