quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Registro sobre notícia na imprensa


Na sessão plenária desta quinta-feira, me pronunciei na tribuna, em nome da Câmara Municipal de Porto Alegre, a respeito da divulgação, pela Rádio Gaúcha e Jornal Zero Hora através do jornalista Jocimar Farina, do custo do serviço de café para atendimento aos vereadores nas sessões plenárias.
Sobre a licitação para aquisição de duas a máquinas de café, fornecimento de insumos e manutenção, fica registrado que o contrato venceu e fizemos uma nova licitação. O primeiro pregão não aprovamos porque ficou muito caro. Numa segunda tentativa conseguirmos finalizar o processo.
Ficamos um período até um pouco maior do que o previsto sem esta contratação, pois buscamos ao máximo condições mais econômicas para a Câmara. Cumprimos todo o rito e regras preconizados pela Lei 8666/1993 de licitações.
Nas administrações anteriores sempre tiveram as máquinas e o serviço. A variação de preço, de R$ 4.780,00, em relação à licitação anterior decorre da melhor qualidade do equipamento contratado, uma vez que o outro maquinário tinha problemas de funcionamento.
O custo diário, por vereador, representa R$ 3,16, o que a matéria do jornalista não informou.





Nenhum comentário:

Postar um comentário