Projetos

terça-feira, 24 de março de 2015

Poema de Mário Quintana

Mais uma homenagem a nossa Porto Alegre. Hoje compartilho com vocês um poema do grande poeta Mário Quintana, imortalizado pela Casa de Cultura, que leva seu nome. 


"Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...

Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...

E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...

E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.

Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.

Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!

E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas..."



Casa de Cultura Mário Quintana

Nenhum comentário:

Postar um comentário