Projetos

sexta-feira, 3 de maio de 2013

CPI em discussão


Fui uma das pessoas convidadas do programa Conversas Cruzadas de ontem na TV Com.
A mediação dessa vez estava a cargo do jornalista Léo Saballa Jr. e o tema não podia ser outro que os desdobramentos da descoberta de fraudes nas secretarias municipal e estadual do meio ambiente, mais na Fundação Estadual de Proteção Ambiental, a FEPAM, envolvendo também consultorias e empresas privadas. 
A pergunta interativa era: É necessária a criação de uma CPI na Câmara Municipal de Porto Alegre, apesar das investigações da Polícia Federal?
Houve então uma boa e acalorada discussão frente a frente entre quatro vereadores de Porto Alegre: eu e Nereu D'Ávila, que somos convictos de que não há necessidade de uma comissão parlamentar de inquérito e Mauro Pinheiro e Fernanda Melchionna, que querem a instalação da CPI.
Deixei clara a minha posição de estar segura por haver duas instituições independentes, como a Polícia Federal e o Ministério Público comprometidas há um ano nas investigações. 
Tratando-se de duas instâncias que tem como fim a investigação profunda de todos os fatos e documentos referentes a este caso, não há porque instituir-se neste momento uma CPI que nada iria trazer de novo naquilo que já foi e está sendo feito. Seria somente um palanque político.
De outro lado, o histórico de CPIs no nosso país demonstra que são vitrines de disputas por força entre oposição e situação.
O resultado da pesquisa com os telespectadores mostrou o discernimento da população em identificar os temas que realmente são produtivos e merecedores da dedicação dos vereadores de Porto Alegre: a opção por não haver necessidade da criação da CPI na Câmara foi escolhida em 67% das respostas.




 







Nenhum comentário:

Postar um comentário