Projetos

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

A Turma do "Tudo Pode"- Dois pesos, duas medidas



* Com informações dos repórteres do Correio do Povo e Rádio Guaíba Carmelito Bifano e Samantha Kelin 

No dia em que a nova tarifa de ônibus começou a vigorar em Porto Alegre, pelo menos 1,2 mil pessoas (de acordo com a Brigada Militar – 5 mil, segundo o Bloco de Luta pelo Transporte Público) protestaram contra o aumento das passagens, que passou de R$ 3,25 para R$ 3,75. Além de integrantes do Bloco, movimentos sociais também participaram de uma caminhada que saiu da frente da Prefeitura que seguiu até o Largo Zumbi dos Palmares, passando pelas principais ruas centrais. Manifestação terminou por volta das 20h15min.
Ainda na frente da Prefeitura, no final da tarde, manifestantes gritaram palavras de ordem contra o Prefeito José Fortunati e convocavam a população a se juntar ao grupo para o protesto. Eles ainda queimaram uma catraca figurativa demonstrando a revolta em relação ao novo valor que entrou em vigor nesta segunda. A Brigada Militar se manteve afastada, mas acompanhou o ato.

 
                          Foto: Mauro Schaefer/CP

Agora falo eu:
Nesta última segunda-feira, manifestantes liderados pelo Bloco de Lutas fizeram um estardalhaço por causa de centavos no aumento da tarifa de ônibus. No ano de 2013 o Bloco de Lutas, invadiu o plenário da Câmara de Vereadores de Porto Alegre e protagonizou atos de vandalismo no Plenário Otávio Rocha pelo mesmo motivo. Também assistimos a um quebra-quebra pelas ruas da capital do Rio Grande do Sul por conta disso.
Já aviso que sou contra todo e qualquer tipo de manifestação desrespeitosa e violenta.
Mas o que me surpreende é que na esteira das manifestações dessa turma do "Tudo Pode", não tem nenhum grito em relação aos absurdos valores cobrados pelos planos de saúde da nossa população. Ora, será que não é uma verdadeira aberração um casal com dois filhos pagar na faixa de R$ 2.000,00 mensais para ter um plano de saúde?





 

Nenhum comentário:

Postar um comentário